10 Dicas para produção de texto com foco em SEO e leiturabilidade

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Produção de texto para blog ou qualquer plataforma digital vai além do conteúdo ou da habilidade de escrita, acima de tudo é necessário conhecer algumas técnicas para enriquecer a experiência do leitor e entender bem como funcionam os mecanismos de buscas, para deixar o seu artigo encontrável.

Antes de mais nada, produção de texto para web só faz sentido se seu conteúdo aparecer nas buscas, em especial nas do Google, que é disparado o maior buscador da internet e nem precisamos provar isso falando de percentuais exatos, o Google é o site mais acessado no mundo todo e em média, cada usuário passa 11 minutos por dia nele.

Entendendo um pouco o funcionamento desses buscadores, eles possuem rastreadores que varrem a internet, a todo momento, à procura de novos conteúdos e ao identificá-los, o analisam e o armazenam, cadastram seus links em sua base de dados. Agora esta página está indexada e poderá ser localizada por qualquer usuário.

Após seu conteúdo aparecer nos resultados da busca e ser acessado pelo usuário, ele precisa atrair a atenção desse leitor já nos primeiros segundos, caso contrário, esse usuário sairá antes de concluir a leitura ou sem mesmo iniciá-la.

Vem comigo que vou dar 10 dicas para sua produção de texto ficar bem na fita com os buscadores e com os leitores.

1. Defina uma palavra ou frase-chave que será o foco na sua produção de texto

Ao definir o tema do seu artigo, planeje sobre qual palavra ou frase-chave você vai construir seu texto.

É importante que essa expressão seja pensada estrategicamente para que seu conteúdo fique melhor qualificado toda vez que alguém pesquisar esse termo na internet. No entanto, de nada adianta se você usar um termo genérico demais ou algo que ninguém pesquise.

Termos genéricos são palavras altamente pesquisadas, mas que não dizem nada de específico sobre seu texto, como por exemplo: marketing, publicidade, design, artes, música, teatro, etc. Quanto mais específico for sua frase-chave, mais forte fica seu texto.

Pensando em assuntos mais específicos sobre os temas mencionados no parágrafo anterior, a expressão-chave em foco poderia ser publicidade de cerveja, design de games, artes sensoriais, músicas para se concentrar ou teatro dramático, por exemplo. Observe que são bem mais específicas e dizem muito sobre o texto.

Vamos imaginar que você vai escrever um artigo sobre designer de carros, mas está na dúvida se é melhor usar “design de carros”, “design automobilístico” ou “design automotivo”. Uma boa ferramenta para te auxiliar nessa decisão é o Google Trends, ela vai fazer um comparativo e te mostrar qual expressão é mais pesquisada. Ver o exemplo na imagem abaixo:

producao de texto seo google trends

Apesar desse pico com a expressão “design automotivo”, se olhar a média vai perceber que a melhor escolha é pela frase “design de carros”.

Depois de definir sua expressão-chave, é importante que você a repita algumas vezes durante o seu texto para que os buscadores descubram qual é o tema central do seu conteúdo. Essa repetição deve ter uma densidade mínima de 3%. O que quer dizer que se o artigo tiver 100 palavras, você deve repetir sua expressão pelo menos 3 vezes durante a produção do seu texto.

Existem 4 lugares que são obrigatórios para sua frase-chave estar, são eles: Título, Subtítulo, Primeiro Parágrafo e Meta Descrição, que vou falar mais abaixo. Além desses lugares, onde mais ela puder estar para ter o mínimo de 3% de densidade.

Para que uma correspondência seja contada, todas as palavras devem ocorrer em uma frase, mas a ordem das palavras pode ser diferente. Ou seja, na mesma frase deve estar as palavras “design”, “de” e “carros”, porém não necessariamente nessa ordem.

2. Crie um título objetivo, pesquisável, convidativo e instigante

O título é o resumo máximo do seu texto. É a primeira coisa que o usuário vai ver nos resultados das buscas e é um dos fatores mais relevantes para o Google determinar o assunto da página.

producao de texto seo palavras chave

Dica ouro: Escreva seu artigo todo com um título provisório e deixe para modificar no final. Você terá mais informações para decidir.

Ao pensar num título, seu objetivo deve ser o de fazer as pessoas ficarem interessadas o suficiente, para clicarem nele. Se o seu título não for bom o suficiente, ele pode não chamar a atenção e o usuário vai simplesmente rolar para os próximos resultados da busca.

É indispensável que o Título contenha a frase-chave e ela deve ser complementada com outras palavras estratégicas para o seu artigo, deixando o título convidativo e instigante mas, acima de tudo, seu título deve conter as palavras que certamente serão digitadas nos campos de busca pelo leitor, que está precisando ler o que você escreveu.

É muito comum o erro de querer ser super original, deixando o título inteligente e poético, quando na verdade ele precisa ser racional e estratégico. Se as palavras contidas nele não forem as mais relevantes do seu texto, provavelmente, ficará mal posicionado nos resultados.

O seu título deve caber no espaço de 600px daqueles blocos dos resultados das buscas, o que dá algo em torno de 60 a 70 caracteres. Se seu título for maior que esse limite, ele aparecerá cortado com as reticências no final, correndo o risco de perder palavras relevantes, alterando ou perdendo o sentido planejado para o título e consequentemente, prejudicando o volume de cliques.

E por último: Faça algumas buscas no Google sobre seu tema, antes de definir o título.

3. O tamanho do texto importa, mas cuidado para não perder a relevância

Sua produção de texto deve conter no mínimo 300 palavras, mas o recomendável é pelo menos o dobro disso, até porque quanto maior a quantidade de palavras, maior é a probabilidade do Google entender do que se trata o seu texto e melhor qualificá-lo.

producao de texto seo escrevendo

Quanto mais longo seu texto, mais vezes você irá repetir sua expressão-chave e mais pistas o Google terá para determinar do que se trata.

Textos curtos demais podem ser vistos como superficiais pelos buscadores e serem despriorizados nos resultados, uma vez que o objetivo dos mecanismos de buscas é oferecer uma resposta completa e satisfazer as necessidades do seu público, ou seja, do usuário que está pesquisando.

Não estou falando pra você “encher linguiça”, vale mais um texto pequeno e relevante, que um texto grande demais, com parágrafos desnecessários. Quanto maior for seu texto, mais chance você terá de se perder no meio do caminho e se distrair, começando a adicionar informações irrelevantes. Consequentemente irá desinteressar o leitor no meio do caminho.

É importante manter a linha lógica de pensamento, prendendo seu leitor parágrafo por parágrafo e acrescentando informações importantes o tempo todo, para que ele leia até o final. Seu conteúdo precisa ser o mais rico e mais completo possível sobre o tema que decidiu falar. Se for possível a produção de um texto longo, melhor, mas se não for foque na alta qualidade.

4. Links internos fomentam a navegação e ajudam os buscadores a mapearem os conteúdos relacionados

Criar links para outros conteúdos do site ou blog, além de fomentar ao usuário que continue navegando e consumindo outros artigos, permite que os mecanismos de buscas descubram quais os conteúdos relacionados e isso vai impactar na importância que esses conteúdos terão na exibição dos resultados.

A interpretação é a seguinte: quanto mais links tiverem apontando para uma página, mais ela será vista como importante ou de alto valor e os conteúdos que possui links apontando pra ela, também ganham relevância, porque são vistos como conteúdos relacionados ou complementares. Dessa forma, o Google segue os rastros e descobre quais páginas do site abordam assuntos semelhantes.

producao de texto seo yoast links internos

Não é sobre criar links aleatórios, mas é pensar em links contextuais, como por exemplo: se seu parágrafo menciona marketing digital e no blog já tem um outro artigo falando sobre o tema, vale a pena linkar porque o usuário vai entender que se ele quiser saber mais sobre o tema, basta clicar e os buscadores vão saber que se trata de um conteúdo relacionado. Os dois artigos ganham força.

Outra estratégia interessante com links internos é quando você pretende escrever uma série de conteúdos diferentes, falando sobre o mesmo tópico. Exemplo: vamos supor que você pretende falar sobre Freelancer e planeja escrever 5 artigos, sendo o primeiro e principal sobre a profissão e outros 4 falando sobre home office, precificação dos serviços, contrato e ferramentas de produtividade.

Nesse caso, é super relevante que esses 5 artigos tenham links entre si e os 4 artigos complementares tenham links para o principal. Isso vai deixar claro para os buscadores, quem é o conteúdo mais importante dos 5 e que todos eles são relacionados.

Os links, nem sempre, precisam ser orgânicos e “camuflados” no meio do conteúdo. Podem vir em forma de um parágrafo específico que diz algo como: confira o outro artigo, onde falei sobre contratos.

5. Uma Meta Descrição bem feita será a última chance de atrair o clique do usuário, caso o título não tenha sido suficiente

producao de texto seo smartphone touch

A Meta Descrição é um resumo de até 155 caracteres sobre seu conteúdo, que geralmente é exibido logo abaixo do título da sua página, nos resultados das buscas. Ele será crucial para que o usuário decida por clicar no seu link ou em outros concorrentes.

Os buscadores, na maioria dos casos, usam sua Meta Descrição, mas ocasionalmente eles escolhem algum outro trecho da sua página, que contém os termos pesquisados e o exibe como resumo.

Outro motivo para se pensar nesse resumo da Meta Descrição é que sempre que seu link for compartilhado nas redes sociais ou messengers, será exibido logo abaixo do Título, o texto resumo.

Assim como o título, sua Meta Descrição deve ser única, racional e objetiva. Contendo obrigatoriamente sua Expressão-Chave em foco e os principais termos que você identificar relevante para a sua produção de texto e que, naturalmente, sejam pesquisáveis.

6. Links Externos criam relacionamentos com outros sites e fortalece o SEO em geral

Links externos ou links de saída, são links que apontam para outros sites.

São muito úteis para expor a origem de informações mencionadas, atribuir créditos diversos ou para, simplesmente, fazer uma indicação espontânea de conteúdos de outro autor que você considera relevante naquele momento para o seu leitor.

Pode parecer estranho mandar o leitor para outro site, depois de ter se esforçado tanto para trazer ele pro seu conteúdo. No entanto, pode ser que você não seja especialista em algum tema que abordou no seu artigo ou simplesmente não tem a intenção de se aprofundar e no seu blog não tem nada sobre. Nesse caso, dar a oportunidade ao usuário de acessar um conteúdo mais detalhado, de outra fonte, pode criar uma relação de confiança com seu público.

É mais uma prática de boa vizinhança do que uma estratégia de SEO para benefício próprio. Os links externos fazem da internet essa rede que ela é: colaborativa e linkada. Escreva coisas relevantes que seu conteúdo será referenciado por outros blogs, também 🙂

7. Pense bem nas imagens, elas são responsáveis por boa parte dos acessos ao seu conteúdo e ajudam na experiência do usuário

Adicionar imagens no seu texto não é questão de estética ou apenas para ilustrar. Elas ajudam o leitor a entender melhor o assunto, incentiva a leitura e contribui para o aumento da permanência deste usuário na sua página. Sendo assim, invista um tempo selecionando imagens interessantes e coerentes com o que está sendo falado.

Todas as imagens do seu texto são importantes, mas pense bem na capa. Ela geralmente é a primeira imagem do seu conteúdo ou, dependendo da plataforma que você estiver usando na sua produção de texto, será uma imagem que você vai configurar manualmente.

A capa vai aparecer juntamente com o título e a meta descrição, sempre que seu conteúdo for compartilhado em alguma mídia social ou messenger. Ela também vai impactar diretamente na decisão de clicar ou não no link.

Outro ponto importantíssimo é que as imagens inseridas no artigo serão indexadas nas buscas do Google Imagens e podem ser grandes fontes de tráfegos para seu artigo, também. Por isso existem algumas boas práticas para os nomes dos arquivos das imagens e nomenclaturas genéricas como imagem01.jpg ou fotodecapa.jpg não vão sugerir nada para os buscadores.

producao de texto seo imagens

Use sua Expressão-Chave + a descrição da imagem.jpg, separando por “-” ou invés de “_“. Exemplo: design-de-carros-modelo-em-argila.jpg. Pouca gente sabe, mas ao usar “_” a leitura é como se tudo fosse uma palavra só, já quando se usa “-” o nome da imagem é interpretado como várias palavras-chaves e isso é fundamental para um bom posicionamento nos buscadores de imagens.

8. Um conteúdo organizado facilita a escaneabilidade e a leiturabilidade

Deixando de lado a parte do SEO e focando na experiência do usuário, a escaneabilidade deve ser priorizada em qualquer produção de texto.

Escanear um texto é quando corremos os olhos, rapidamente, para identificar os principais assuntos abordados e fazemos uma leitura dinâmica, priorizando os pontos considerados mais relevantes naquele momento. Dificilmente o texto será 100% relevante pra todo mundo e a falta de tempo do dia a dia nos obriga a selecionar cada vez mais as informações que queremos consumir.

A forma mais eficaz de permitir essa escaneabilidade é quebrar o seu texto em várias seções, cada uma com seu título. A ausência desses subtítulos ou a ineficiência deles pode acarretar na rejeição imediata e a saída prematura do usuário.

Outro ponto positivo é que durante a leitura, os títulos das seções dão pistas ao usuário do que ele deve esperar, a seguir. É uma ótima forma de reter o leitor até o final

Além das seções, você deve destacar trechos importantes e informações-chave do seu texto, permitindo uma leiturabilidade mais fluida, utilizando formatações como negrito, itálico e blocos de listas com marcadores, quando fizer sentido.

Leiturabilidade está relacionada com o UX (User Experience, traduzido como “experiência do usuário”) e influência no conforto visual, impactando na compreensão e interpretação do conteúdo pelo usuário.

9. Parágrafos muito longos podem assustar os leitores

Ainda sobre a escaneabilidade, as pessoas tendem a ler os títulos e as primeiras frases de cada parágrafo para ter uma impressão geral. Ao identificar parágrafos muito longos, terão a sensação de se tratar de um texto cansativo de ler.

Os parágrafos dividem seu texto em pedaços pequenos e fáceis de entender, o que deixa o leitor mais confortável. A cada ponto final de parágrafo, o usuário tem a oportunidade de relaxar e pensar sobre o que acabou de ler. Isso é fundamental para uma boa leitura e a assimilação das ideias.

A extensão indicada para um parágrafo é menos de 150 palavras, mas não se prenda a isso. Pense que um bom parágrafo deve tratar sobre um único aspecto do que você está abordando no seu texto. Pense sempre na experiência de quem está lendo e você saberá a hora de encerrar um parágrafo.

10. Palavras de transição facilitam a compreensão e interpretação

Exemplos de palavras de transição são ‘e’, ‘mas’, ‘então’ e ‘porque’. Elas mostram ao leitor que existe uma relação entre as frases, sentenças e parágrafos. Se usar bem as palavras de transição na sua produção de texto, você o torna mais fácil de ser compreendido e a leitura flui melhor.

Vamos ver na prática. Nos dois parágrafos seguintes, você vai notar que o parágrafo “A” será mais desconfortável de ler, por conta da ausência dessas palavras de transição, enquanto que no parágrafo “B” sua leitura vai fluir bem melhor.

Parágrafo A

Vou discutir alguns motivos pelos quais a prática é importante para o aprendizado de novas habilidades. A única maneira de realmente dominar uma habilidade nova é fazendo o que você terá que fazer no mundo real. Acho que a prática pode ser uma maneira divertida de compreender a realidade. Existem algumas pessoas que irão discordar. Diz-se que as pessoas tendem a se lembrar de apenas 10-20% do que ouviram ou leram. Esse número sobe para até 90% quando você coloca a teoria em prática. Acompanhar a explicação com a prática é a chave para dominar uma nova habilidade.

Parágrafo B

Neste parágrafo, discutirei alguns motivos pelos quais a prática é importante para o domínio de novas habilidades. Em primeiro lugar, a única maneira de realmente aprender uma habilidade nova é fazendo o que você terá que fazer no mundo real. Em segundo lugar, acho que a prática pode ser uma maneira divertida de compreender a realidade. Existem, no entanto, algumas pessoas que discordarão. Em terceiro lugar, e não menos importante, é dito que as pessoas tendem a se lembrar de apenas 10-20% do que lêem ou ouvem. Além disso, esse número sobe para até 90% quando você coloca a teoria em prática. Em conclusão, seguir a explicação com prática é a chave para dominar uma nova habilidade.

Alguns exemplos de palavras de transição:

TransiçãoExemplo de palavra / fraseFrase de exemplo
Causa e efeitoPortanto, como resultado, então, conseqüentementeEstou cansado. Portanto , vou para a cama.
EsclarecimentoOu seja, para esclarecerEstamos deixando você ir. Em outras palavras , você está despedido.
ContrasteMas, no entanto, por outro ladoEu não gosto de frutas. No entanto , eu gosto de bananas.
ExemploPor exemplo, por exemploÀ noite, gosto de relaxar. Por exemplo , gosto de assistir TV.
ÊnfaseAcima de tudo, o mais importante, certamenteExistem muitas razões para fazer exercícios regularmente. Acima de tudo , mantém você saudável.
EnumeraçãoEm primeiro lugar / em segundo lugar, além, e, além disso, alémHoje vou escrever um post. Além disso , estou gravando algumas vídeo-aulas.
TempoEnquanto isso, durante, posteriormente, depois dissoVou começar dizendo o que são palavras de transição. Depois disso , direi por que você deve sempre usá-los.
SimilaridadeDa mesma forma, da mesma forma, na mesma linhaEla tentou muito entreter seus convidados. Da mesma forma , ele colocou todo o seu coração e alma para preparar um grande jantar.
Resumir / concluirEm conclusão, para resumir, em sumaEm conclusão , as palavras de transição são um aspecto importante dos direitos autorais de SEO.
Fonte: yoast.com

Conclusão

Como vimos, escrever bem não é apenas saber colocar suas ideias em um texto, é pensar na experiência do leitor e usar técnicas para que seu texto seja bem qualificado nos mecanismos de buscas.

Este artigo foi pensado para quem vai escrever em um blog ou em qualquer plataforma que dê opções de configurar e ajustar cada um dos pontos mencionados nessas dicas.

Se você usa WordPress para administrar seu blog, sugiro instalar o plugin Yoast. É uma mão na roda e ele valida tudo isso em tempo real, durante sua produção de texto.

Espero que este artigo tenha te ajudado. Até o próximo 🙂

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Jaider Morais

Jaider Morais

Fundador e colunista do Blog Design com Café e Designer de Marcas. Publicitário com mais de duas décadas de experiência em design gráfico, consultoria em marketing, comunicação e treinamentos. Experiência em branding, criação de produtos, UX e UI. Já empreendeu nas áreas de sites e sistemas, educação a distância, nutricosméticos e aceleração de startups.

Deixe seu Comentário!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
intagram reels banner lateral design com cafe

Anúncio

escolhas do editor

MAIS LIDAS

MAIS RECENTES

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x