Como funciona a exposição das marcas durante as Olimpíadas?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

É possível perceber que durante os jogos olímpicos a exposição das marcas é muito reduzida e não se compara a Copa do Mundo ou campeonatos de menor porte.

Aquelas placas que sempre observamos nos campos e quadras não se fazem presentes durante as Olimpíadas, mas para isso existe uma explicação. 

Entenda o motivo 

O Comitê Olímpico Internacional (COI) preza pelo foco nos atletas durante as competições, ou seja, busca que as arenas de jogos fiquem limpas, sem poluição visual, permitindo mais foco nos competidores. 

Além disso, existe uma tendência a permitir marcas somente de materiais esportivos dos atletas nas áreas de competição.

E as restrições não param por aí, no uniforme dos atletas a área máxima para uso da marca é de 30 cm².  Em outros materiais como garrafa e isotônico nenhuma outra marca pode aparecer. 

Patrocinadores das Olimpíadas e Patrocinadores Ouro das Olimpíadas de Tóquio

olimpiadas patrocinadores olimpiadas 2021
Fonte: Olympics (2021)

E como fica a exposição da marca durante o evento?

Além de não poder aparecer nas competições, as marcas ainda sofreram com adiantamento do evento por conta da pandemia, que tirou o público das arquibancadas, por conta disso tudo as marcas tiveram que mudar os planos e ir em busca de alternativas.

Uma delas foi trabalhar por meio das redes sociais, mostrando apoio a diversos atletas, assim como fez a Panasonic, apoiando atletas brasileiros e estrangeiros através do Instagram @panasonic e @panasonicbrasil 

Já o AliExpress criou uma campanha, #OneFlag incentivando as pessoas a mandarem fotos e formar uma bandeira de apoio aos atletas. As ex-atletas Bia e Branca participaram e divulgaram no perfil.

A Omega, que já possui representatividade nas competições, é a marca oficial responsável por mostrar a cronometragem das provas e nota dos atletas. Mas também reforçou, no Instagram, a imagem junto dos atletas, que tiraram fotos com os relógios da marca.

A P&G e P&G Brasil usaram seus perfis para divulgar alguns atletas olímpicos. O perfil brasileiro incentivou o cadastro no site, pois a cada cadastro uma doação é feita para Fundação Gol de Letra.

Além das marcas oficiais e patrocinadoras das Olimpíadas fazerem esse tipo de interação, marcas brasileiras se destacaram no Twitter, como Havaianas, Oi, Magazine Luiza, XP Investimentos e Netflix. Essas marcas aproveitaram para participar de conversas, fazer seus próprios memes e tweets.

olimpiadas print twitter
Fonte: Propmark (2021) 


Diante das condições, o meio digital se fez presente na maioria das ações de marketing. Essa é uma forma de interação eficiente com o público que acompanha as Olimpíadas e também de compartilhamento entre usuários. 

E o que você acha das restrições com relação à exposição das marcas? Fique a vontade para deixar a sua opinião!

Espero vocês no próximo artigo.

Obrigada pela leitura! <3

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Brunella Rizo

Brunella Rizo

Capixaba, publicitária e pós-graduanda em Comunicação e Marketing Digital. Tenho experiência na área de atendimento, planejamento, execução de eventos e gerenciamento de mídias sociais. Atualmente, sou coordenadora da equipe de atendimento publicitário na agência Resultate.

Deixe seu Comentário!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
intagram reels banner lateral design com cafe

Anúncio

escolhas do editor

MAIS LIDAS

MAIS RECENTES

ARTIGOS RELACIONADOS

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x